12 de jun de 2009

SÉRIE STRESS 1 ( O que é stress)

STRESS
O QUE É ESTRESSE?

A todo momento nosso corpo está se adaptando, fazendo acomodações: barulho, mudanças de temperatura, situações emocionais, situações que exijam tomadas de atitudes, não importando se é uma situação que você considere boa ou ruim. Uma discussão, perda de dinheiro, um elogio, ou premio de loteria... A este processo chamamos estresse. Os eventos e circunstâncias ou demandas que criam o estresse, são chamados estressores.
Estresse não é uma coisa ruim, mas uma função fisiológica normal do corpo. O estresse é a resposta neuro-endócrina / metabólica / motora do corpo em relação a qualquer coisa de diferente que aconteça, para o qual necessitemos adaptação.
O termo estresse (ou “stress”) vem da engenharia e é utilizado para indicar a capacidade de resistência da estrutura, limite de peso que ela pode suportar, a partir do qual se romperá. Hans Selye, médico canadense grande estudioso do assunto, passou a utilizar o termo nas questões humanas e denominou o conjunto de reações adaptativas do organismo a novos limites, evitando assim seu “rompimento” de “Síndrome Geral de Adaptação ao Estresse”.
Ele também propôs os novos termos que hoje vêm sendo utilizados e que definem melhor o popularmente chamado “estresse”:

– DISTRESS quando é um evento negativo, indesejado;
– EUTRESS quando é um evento positivo, desejado.

Quanto mais negativa a experiência, mais para o distress você estará, e quanto mais positiva, mais para o eutress.
Pesquisas da Biokinesiology identificaram que emoções negativas desorganizam órgãos. E em um trabalho minucioso, com cerca de 3000 pacientes, catalogaram quais emoções vão desorganizar cada sistema, órgãos, glândula, órgãos sensoriais. Assim, utilizando-se o teste muscular, é possível descobrirmos e fazermos relações entre emoções relativas ao evento e órgãos que estão sendo desorganizados, e vice-versa. O que explica porque temos mais tendência a adoecer quando o evento é negativo, quando estamos em uma condição de Distresse?
Em estudos observou-se que determinados eventos em nossas vidas costumam exigir certo nível de acomodação mais ou menos constante para a cultura ocidental. A estes eventos foram dados número de pontos que podem facilitar uma avaliação do nível de risco para que alguma alteração orgânica possa vir a acontecer quando há um somatório maior destes eventos em um espaço de tempo não muito grande – um a dois anos. (veja um exemplo desta lista no final do artigo).
Quando passamos por uma mudança, o organismo precisa de um determinado tempo para se reequilibrar. Se neste meio tempo mudanças significativas vão acontecendo, o organismo acaba sobrecarregado e se desestabilizando.
Hoje, existem teorias que afirmam que: A DOENÇA é causada pelo somatório de mudanças acontecidas em um espaço de tempo.

Nenhum comentário:

ARQUIVO